Ford – O segundo argumento

CATEGORIA PT

Henry Ford ficou conhecido por ter posto em prática a ideia da linha de produção e pela atitude de, em 1914, dobrar o pagamento dos seus empregados, criando um incentivo irresistível à produtividade. Desde então o incentivo tem sido considerado o motor do trabalho. Mas existe outro argumento. O de que a linha de produção fordista, utilizada até hoje, é tão enfadonha que ele precisou criar um expediente para que os operários não voltassem à forma de produção convencional. O incentivo seria na verdade uma âncora, não um propulsor.
UTILIZE E CITE A FONTE.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s