Civilização e barbárie

CATEGORIA PT

montesquieuCharles-Louis de Secondat, barão de La Brède e de Montesquieu, conhecido como Montesquieu (Bordeaux, 1689 — Paris, 1755) deixou escrito no prefácio às Lettres persanes (i) que a barbárie é a era dos fatos e que a civilização é marcada pelas “ideias vagas”,  pela reflexão filosófica.
 
O mundo do trabalho da atualidade, assolado pela economia dos índices e devastado pela numerologia gerencial, vive seu momento de barbárie.
 
Pouco a fazer. Nada a temer. Como na vida social, na esfera do trabalho há, para os lúcidos, o refúgio da introspecção e do convívio afetivo. Para os demais, há o amparo da observância das metas e do congraçamento, seja o burocrático, o digital ou o religioso.

________________________________________________________________________________________________________

(i) Montesquieu, (1951) Œuvres complètes; Éditeur,Roger Caillois; Bibliothèque de la Pléiade, n° 86, Paris

UTILIZE E CITE A FONTE.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s