Perplexidades do trabalho adâmico.

CATEGORIA PT

ABA61

A tradição judaico-cristã atribui o trabalho a uma tentação momentânea e a uma condenação eterna.

Quando Eva, instigada pela serpente, seduziu Adão e o fez provar do fruto proibido disparou eventos ainda mais duvidosos do que o de uma serpente falar.

Primeiro temos o episódio do fruto, que, aliás, a Bíblia não diz qual é. Nas tradições orientais é um figo, na nossa uma maçã, provavelmente porque em latim malum designa tanto o mal quanto a maçã. Pois este fruto, que talvez não tenha sido nem maçã nem figo, encalacrou-se na garganta de Adão, originando o pomo de mesmo título e uma dúvida cismática: a de saber se a mulher é integralmente má enquanto o homem o é só parcialmente, devido à providencial entalação. O gogó sendo, neste caso, um sinal exterior benéfico para o recrutamento de mão-de-obra.

Segundo: Deus, ao expulsar Adão e Eva do Paraíso, lhes dá o que vestir. Esta é a origem do pudor, que não alcança as gentes peladas – indígenas americanos, povos africanos e dos mares do sul, recém-nascidos pagãos etc. A dúvida aqui é a de saber se a vestimenta é um castigo ou um presente, já que os que andam sem roupa não costumam conhecer o fenômeno do trabalho, exceto os nudistas, mas estes não são propriamente nus, senão que desnudos.

Terceiro e último: Deus condena Eva a parir em sofrimento e Adão a ganhar o sustento com o suor do seu rosto. Aí temos o trabalho de parto e o trabalho em geral como condenações. A dúvida consiste em saber se a cesariana, a produtividade decorrente do desenvolvimento tecnológico e tudo que diminua o sofrimento da mulher e que propicie a dolce vita aos mortais em geral elude os desígnios divinos, constituindo-se, por isto, em pecado.

Gênese, 3, 1-17

UTILIZE E CITE A FONTE.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s