As insurreições e seus efeitos

CATEGORIA PT

Étienne_MarcelNão é a toa que os governos fazem de tudo para evitar o desemprego. Entre outras coisas, o trabalho é um dispositivo de domesticação. Tem um papel fundamental no controle das massas. O mote eclesiástico “ora e labora” tinha (tem) como propósito fatigar o corpo e ocupar o espírito e o tempo que não é dado à devoção, evitando as insurreições contra a carestia e a injustiça social.

Estas insurreições perturbam a vida dos príncipes, dos líderes e dos comissários. Mas não se tem noticia de alguma que tenha melhorado as condições dos trabalhadores.

A mais memorável delas foi a de 1357, comandada por Étienne Marcel (1316-1358), preboste de Paris. A Guerra dos Cem Anos, particularmente o cerco montado pelos ingleses, havia levado os pequenos burgueses e os trabalhadores de Paris à miserabilidade. Marcel liderou uma greve geral e matou dois príncipes a marretadas. Ao fim, foi massacrado pelos burgueses que pretendeu defender. A sua estátua, instalada em frente ao Hotel de Ville, olha sobranceria para os turistas que passam. Marcel carrega uma espada embainhada. A marreta lhe foi escamoteada. Assim como os parcos benefícios que obteve para os trabalhadores de Paris.

UTILIZE E CITE A FONTE.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s