ÉTICA: Fontes da filosofia moral – A ética anarquista de Kropotkin.

Ética.

 

Feito prisioneiro na Rússia tzarista, expulso dos países em que buscou refúgio, o príncipe Piotr Alesksiwicht Kropotkin (1842-1921), apoiou-se no evolucionismo para justificar uma ética de aperfeiçoamento da humanidade.

Legou ao século em curso uma filosofia anarquista que se alicerça na cooperação, na igualdade e na justiça distributiva. Uma perspectiva que dispensa a descrição de conteúdos por não ser normativa. Uma lei moral deduzida, não imanente.

A ética de ajuda mútua, que Kropotkin postulou, reúne a teoria rousseauniana de justiça social ao corolário da constatação darwiniana, modificada por Jenkin, que diz que a sobrevivência do mais apto requer a cooperação entre os membros da mesma espécie.

O princípio anarquista, que afirma que a moralidade é dar aos outros mais do que se espera receber deles, nutre e embasa o feminismo, o ambientalismo, o cooperativismo e o pacifismo contemporâneos.

 

UTILIZE E CITE A FONTE.
Kropotkin, Piotr (2009). Ajuda mútua: um fator de evolução. Tradução de Waldyr Azevedo Jr. São Sebastião. A Senhora Editora.

Kropotkin, Pëtr (2009) Ethics: Origin and Development. Ética origem e desenvolvimento (1922).  dwardmac.pitzer.edu

Kropotkine Pierre (2018). La Science Moderne et l’Anarchie. Version numérique réalisée sur la base de la seconde édition française, parue en 1913 chez P.-V. Stock & Cie, Bibliothèque sociologique n° 49. Recuperável em https://auprochainchapitre.wordpress.com/bibliotheque/la-science-moderne-et-lanarchie/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s