TRABALHO: O crepúsculo das hierarquias.

Trabalho.

Corporate Power (Angelo Lopez, 2008)

Os atributos das hierarquias piramidais – a chefia encadeada e a distribuição de encargos unívocos – têm uma origem precisa e um promotor conhecido: datam da alta Idade Média e são obra da imaginação de um bispo sírio que se fazia passar por Dionísio, do tempo de São Paulo.  

Conhecido como Pseudo-Dionísio Areopagita, o bispo foi o artífice de uma fabulosa hierarquia celeste. Seu propósito, bem-sucedido, era o de impor uma ordem terrestre espelhada na estrutura organizacional dos querubins, serafins, anjos, arcanjos etc., que voejam no Empíreo.

O organograma mais difundido nasce, portanto, das circunstâncias, necessidades, quereres e crenças desta época e lugar. Curiosamente seus elementa, a divisão interna do trabalho e a ordenação em estratos superpostos, resistem através dos séculos. Há tanto tempo, que o arrastro da inércia fez com que o Ocidente desse o seu estatuto ontológico como natural. 

As interações digitais não se adequam, evidentemente, à hierarquia fixa de comando. Ante a defunção do modelo, um impasse se instalou: ou bem tratamos de conduzir as modificações de ajuste das estruturas do trabalho à sua dinâmica, ou as corporações seguirão enclausurando o trabalhador em um esquema hierárquico caduco. Um esquema que, na acepção do termo, decaiu.

UTILIZE E CITE A FONTE.
Pseudo-Dionysius, the Areopagite (1987). Pseudo-Dionysius: the complete work. New Jersey. Paulist Press. 

Suarez-Nani, Tiziana (2002). Les anges et la philosophie, Paris, Librairie Philosophique J. Vrin.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s