Uma visão global: como as pessoas gastam seu tempo.

Notas.

Deu no Visual Capitalist

Por 

Todos nós temos as mesmas 24 horas por dia, mas não as gastamos da mesma forma. Alguns priorizam o tempo com a família ou tarefas domésticas, enquanto outros apreciam uma boa noite de sono ou ver amigos.

Este gráfico da Our World in Data compara o tempo médio alocado em várias atividades do dia-a-dia, de trabalho remunerado a atividades de lazer. Os dados para os 33 países analisados ​​vêm do banco de dados de Uso do Tempo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), para idades de 15 a 64 anos.

Países com o maior tempo gasto por atividade

Como mostra o gráfico, padrões básicos – trabalho, descanso e diversão – surgem em todo o tabuleiro.

Quando se trata de trabalho remunerado, o Japão surge como o primeiro da lista, com aproximadamente 5,5 horas por dia. No entanto, este país também tem algumas das maiores horas extras em uma semana de trabalho. Em contraste, países europeus como França e Espanha relatam quase metade (menos de 3 horas) de trabalho remunerado por dia, em média.

Certas tendências, no entanto, transcendem as fronteiras culturais. Os mexicanos passam uma parte significativa do dia (3 horas ou mais) com o trabalho doméstico, assim como os portugueses.

No campo das atividades de lazer, quem vive nos Estados Unidos passa cerca de 2,5 horas consumindo mídia por dia, número que aumentou ainda mais durante a pandemia.

Enquanto isso, outro padrão cultural interessante é que as pessoas na França passam a maior parte do tempo comendo, aproximadamente 2 horas por dia. Essas durações são semelhantes às de outros países mediterrâneos, como Grécia, Itália e Espanha – talvez porque as refeições sejam vistas como uma atividade social nessas culturas.

Disparidades de gênero no tempo gasto

Indo mais fundo, outra maneira de ver como as pessoas gastam seu tempo globalmente é através das lentes de gênero.

As mulheres gastam quase três vezes mais no trabalho de cuidado não remunerado em comparação com os homens – um total impressionante de 1,1 trilhão de horas por ano – o que significa muito menos tempo de lazer.

Na Noruega, homens e mulheres têm níveis igualmente altos de tempo de lazer – embora seja um raro exemplo de tal caso.

Enquanto isso, em países como Índia ou China, lacunas significativas de gênero impedem as mulheres de subir na escada socioeconômica, potencialmente custando trilhões de dólares para a economia global.

Clique aqui para ler a matéria original e ver os gráficos completos.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2021 – Uma visão global: como as pessoas gastam seu tempo. A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensarhttps://hermanoprojetos.com/2021/02/21/uma-visao-global-como-as-pessoas-gastam-seu-tempo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s