Berlin – Pluralismo e realidade.

Ética.

O pluralismo moral repousa sobre três evidências. A primeira é a de que, no âmbito de qualquer coletividade, existem conflitos entre os valores que nem o raciocínio teórico, nem o prático podem solucionar. Dentro da nossa própria cultura, a justiça e o bem-estar; a liberdade e a igualdade, são reconhecidos como bens intrínsecos. Mas esses bens colidem (o que vale mais a prudência ou a justiça?) sem que possam ser solucionados por algum padrão não-arbitrário.

A segunda evidência decorre da complexidade interna de quaisquer bens absolutos ou valores constitutivos. Uma complexidade que implica na existência de elementos contraditórios, irrealizáveis simultaneamente tanto pelos indivíduos quanto pelas sociedades. Por exemplo, são conflitantes a liberdade de informação e a privacidade; a igualdade de oportunidades e a de retribuição.

A terceira evidência é a de que formas de vida e estruturas sociais díspares têm diferentes moralidades: cultivam apreço ou desprezo por bens e valores diversos. A sociedade norte-americana, tão próxima de nós, valoriza mais a liberdade de expressão do que desvaloriza a manifestação ostensiva do preconceito racial; a nossa própria sociedade valoriza mais a fidelidade (“aos amigos, tudo”), do que a justiça, e assim por diante.

As constatações, de Isaiah Berlin (Riga, 1909 – Oxford, 1997), de que na esfera da realidade concreta os valores e bens julgados definitivos colidem entre si, de que internamente a esses mesmos bens e valores subsistem conflitos insolúveis e de que a hierarquia entre valores é diversa para culturas diferentes descarta as soluções éticas monistas, céticas e relativistas e indica o pluralismo como alternativa para a construção de uma a vida social harmônica.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2021 – Berlin – Pluralismo e realidade. A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensarhttps://hermanoprojetos.com/2021/02/24/berlin-pluralismo-e-realidade/
 
 
REFERÊNCIAS:
 
Berlin, Isaiah (1999). Concepts and categories: Philosophical essays. New Jersey. Princeton University Press
Berlin, Isaiah (2000). The proper study of mankind: An anthology of essays. New York. Farrar Straus Giroux.
Gray, John (2000). Isaiah Berlin. Trad. Fabio Fernandes. Rio de Janeiro. Difel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s