The Atlantic – A World Without Work.

Notas.

originalO paradoxo do trabalho é que muitas pessoas odeiam seus empregos, mas são consideravelmente mais miseráveis sem fazer nada.

Os empregos mais comuns são vendedor, caixa, garçom de alimentos e bebidas e balconista. Todos altamente suscetíveis à automação.

Pesquisadores de Oxford previram que no prazo de duas décadas as máquinas serão capazes de substituir metade de todos os empregos nos EUA.

Veja a matéria clicando aqui.

UTILIZE E CITE A FONTE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s