Nietzsche – Conhecer não é reconhecer.

Epistemologia.

a13

Os Antigos prendiam-se aos schematas que o artista tinha de conhecer para a construção de uma figura plausível. Essa inibição ainda nos assombra. Seguimos reduzindo o mundo ao normativo.

Nietzsche mostrou que aquele que se sujeita ao re-conhecer, opta por des-conhecer o diferente e o inaudito. Curva-se ao racionalismo, ao cientificismo, ao historicismo, que explicaram tudo e não avançaram nada. Inclina-se a ver o já visto.

A invectiva de Nietzsche contra os cânones se estende ao eidos platônico, ao arquétipo, ao paradeigma, às ideias inatas de Descartes, à busca empirista da origem das ideias, à dialética de Hegel, aos ideologemas socialistas, ao conformismo burguês.

Epígono do pós-moderno, Nietzsche propôs uma lógica da existência centrada na negação da metafísica e do universal absoluto. Tomou o caminho pragmático da vontade de poder, em que o conhecimento se subordina à necessidade vital. Ensinou que refazer o modo como uma coisa se relaciona com outra não diz o que a coisa é; que o valor do conhecimento não está em encontrar, mas em inventar um sentido para o mundo e para a vida. A nossa e a de todos.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2021 -Nietzsche – Conhecer não é reconhecer. A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensarhttps://hermanoprojetos.com/2021/05/12/nietzsche-conhecer-nao-e-reconhecer/
REFERÊNCIAS:
Gombrich, Ernst Hans (1986) Arte e ilusão: um estudo da psicologia da representação pictórica: São Paulo; Martins Fontes; orig. 1959
Nietzsche, Friedrich (2004). Aurora; Tradução de Paulo César de Souza; São Paulo; Companhia das Letras.
Nietzsche, Friedrich (2005). Humano, demasiado humano; Tradução e notas Paulo César de Souza; São Paulo; Companhia das Letras.
Nietzsche, Friedrich (2008). Humano, demasiado humano – volume II; Tradução e notas Paulo César de Souza; São Paulo; Companhia das Letras.
Nietzsche, Friedrich (2012). A gaia ciência; Tradução de Paulo César de Souza; São Paulo; Companhia das Letras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s