Heurística: A consciência do inaudito.

Epistemologia.

Lara-Zankoul-The-Unseen-2013-cover
Lara Zankoul – The Unseen, 2013

A maioria dos pesquisadores do campo da neurociência e do campo psicossocial está convencida que o problema da mente se restringe à sondagem do ocorrido, ao psiquismo e ao seu suporte biológico. Persiste em tentar apreender o evento heurístico na perspectiva do recordado, do sonhado, do recalcado, do vivido.

Decorre daí que entre o viés da memória e a relutância em investigar os modos da consciência antever, pouco ou nada se tenha avançado no entendimento dos processos de desvelamento e concepção.

A objeção mais forte ao enfoque regressista emana dos mesmos campos que o postulam. Refere à contradição lógica de supor que a consciência possa se autoconhecer retrospectivamente em meio ao contínuo de estados voláteis, impossíveis de serem fixados.

Mas a ciência progride. Há esperanças que dê um passo adiante na compreensão do ato heurístico ao escrutinar os estados limítrofes, próprios de intelectos conturbados.

Estranhamente, a solução do enigma do que leva à tomar consciência do inaudito está à mercê de avanços nos saberes sobre a insânia, a decrepitude e o contrassenso.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2021 – Heurística: A consciência do inaudito. A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensarhttps://hermanoprojetos.com/2021/06/07/heuristica-a-consciencia-do-inaudito/
REFERÊNCIAS:
Collins, Thérèse, Daniel Andler et Catherine Tallon-Baudry (dir.). (2018), La cognition: du neurone à la société. Paris.
Gallimard

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s