O trabalho sem amanhã – a revolta.

Trabalho.

8cce1d479a5ff9d165f8de4e76b82ca2

A insatisfação na esfera do trabalho ainda não produziu uma revolta. Mas produzirá.

A revolta verdadeira não é uma revolução, um abraçar de causas. É a rebelião do espírito. Suas fontes estão além da insegurança e do sofrimento. Estão no descaso, na ignorância, no contrassenso que se impõe a quem trabalha.

A revolta é a afirmação de contravalores. Nasce da consciência. Daquilo que Kafka expôs em Amerika: o nonsense do esforço produtivo em favor da parcela da sociedade da qual se está excluído.

A revolta tem origem na desrazão, na impiedade, no desprezo ostensivo manifesto pelos detentores da Ordem.  Os trabalhadores se revoltarão ao notarem que os insultam. Que os aprisionam em um mundo que se firma no ideal da vida burguesa, na convergência de uma humanidade pasteurizada.

A revolta não é somente negação. É, também, conhecimento: o de que isto que aí está não interessa. É a vontade de superar, de substituir. É a disposição para o sacrifício.

As consciências prestes a se rebelarem não procuram razões para desobedecer, mas condições para recusar. A esperança (ou o risco) é que os seres humanos obrigados ao trabalho sem sentido alcancem o limite do não. Nesse momento estarão prontos para evadir, para desertar a estrutura socioeconômica que degenera.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2021 – O trabalho sem amanhã – a revolta. A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensarhttps://hermanoprojetos.com/2021/09/08/o-trabalho-sem-amanha-a-revolta/
REFERÊNCIAS:
Camus, Albert (1951). L’homme révolté. Paris. Gallimard.
Kafka, Franz (2012). O desaparecido ou Amerika. Tradução de Susana Kampff Lages. São Paulo. Editora 34.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s