A coruja de Minerva – pós-reflexão.

Notas.

Georg Wilhelm Friedrich Hegel escreveu que “coruja de Minerva abre suas asas somente com o início do crepúsculo”. A coruja de Atenas ou de Minerva, na tradição romana (Athene noctua) representa a deusa da erudição, do conhecimento, da sabedoria que só alça voo ao final da longa reflexão na lucidez do dia. Simboliza o fato de a filosofia não pode ser prescritiva, porque entende apenas a posteriori.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2022 –  A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensar.  https://hermanoprojetos.com
Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s