Ciência e preconceito.

Notas.

Alan Mathison Turing (1912-1954) matemático, lógico, criptoanalista, o principal dentre os inventores do computador, considerado pai da inteligência artificial, era gay.

Britânico, foi acusado de “infração contra a Rainha”. Julgado segundo leis escritas e aplicadas por imbecis ridiculamente emperucados, foi condenado à tratamento hormonal e à castração química.

Ao notar que seus seios cresciam, propositadamente, [ou, segundo sua mãe, acidentalmente] comeu uma maçã envenenada. Talvez porque, como Branca de Neve, não pretendesse morrer, apenas dormir até que o príncipe encantado do esclarecimento o despertasse.

Tinha 41 anos.

Foi um gênio científico, um excelente caráter e uma pessoa gentil.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2022 –  A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensar –  https://hermanoprojetos.com
Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s