Labor Day.

Notas.

Os não americanos se irritam com o fato de nos EUA, e só nos EUA, o dia do trabalho ser comemorado na primeira segunda feira de setembro e não, como no resto do Ocidente, no 1º de maio.

Não deveriam. As duas tradições têm origens diversas. O Labor Day refere à renegociação dos contratos de trabalho em Nova York e na Pennsylvania. O 1º de maio, à greve geral, também americana, que reivindicou a jornada de 8 horas e que coincide com as tradições festivas e religiosas.

A data dos americanos é anterior: 1882, e foi oficializada em 1894, para apaziguar os trabalhadores pelo massacre de 4 de maio de 1886, quando o exército americano matou diversos trabalhadores durante as greves de Chicago (Revolta de Haymarket).

O 1º de maio é de 1891, convocado pela 1ª Internacional Socialista para homenagear os trabalhadores americanos revoltosos, condenados à morte pela justiça, e enforcados em 1887. Só foi oficializada pela França em 1919 e pela União Soviética em 1920.

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry, 2022 –  A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s