A névoa que nos identifica.

Nota.

Caspar David Friedrich

Vivemos imersos em um crepúsculo constante ou em uma aurora recorrente. O crepúsculo e a aurora têm em comum serem enevoados, indiscerníveis. Estar no mundo que acaba ou no que surge depende da nossa índole.

 

UTILIZE E CITE A FONTE.
CHERQUES, Hermano Roberto Thiry (2022). A Ponte: pensar o trabalho, o trabalho de pensar – https://hermanoprojetos.com
Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s