individualismo

O individualismo à brasileira: Raízes e proposições.

Trabalho & Produtividade

Artigo apresentado em conferência na FEUC (Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra) e publicado na Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão v.7 n.1 Lisboa.

Neste texto construímos a hipótese de que o individualismo presente nas organizações brasileiras guarda traços do que nos foi legado pela cultura portuguesa dos tempos da Expansão. Procuramos sustentar que, agora, nos tempos da globalização e das formas universais de administrar, a compreensão deste individualismo de origem lusitana pode nos ajudar a melhor conduzir as nossas organizações.

Com este propósito, discutimos alguns dos aspectos da herança comum a partir de dados e de impressões colhidas ao longo de pesquisas sobre o perfil ético do executivo brasileiro e sobre as formas de trabalho individualizado.

Clique aqui para ler o texto na íntegra.

utilize

Anúncios

Diferenças Culturais e Gestão.

Trabalho & Produtividade

artigo publicado na Revista Administração e Diálogo.

Neste texto discuto os riscos sobre os investimentos no exterior decorrentes das diferenças culturais. Mediante o exemplo do problema do individualismo e seus efeitos sobre a produção, exemplifico os riscos que enfrentam os que têm como parte da sua missão superar a barreira das diferenças culturais e trato das questões relativas à governança corporativa inerentes às barreiras culturais. Concluo com uma apreciação das perspectivas de superação destas barreiras, mediante a análise da formação das identidades organizacionais.

Clique aqui para ler o texto na íntegra.

 

utilize

 

John Rawls: a economia moral da justiça.

Trabalho & Produtividade

Neste texto descrevo como o filósofo norte-americano John Rawls reformulou o pensamento moral contemporâneo, ao propor a subordinação da ética à justiça. Resumo a defesa que apresentou para uma moral fundada em um pacto que compensasse, sem tentar anulá-las, as assimetrias econômico-sociais do mundo em que vivemos. Concluo com uma discussão sobre as dificuldades teóricas que encontrou para absorver o pluralismo cultural, filosófico, político e religioso do Ocidente.

Artigo publicado no Vol. 26 N 3 da revista Sociedade e Estado.
Clique aqui para ler o texto na íntegra.

utilize

Moral Development in Organizations

Notícias & Almanaque

Desenvolvimento Moral nas Organizações: Estudo Comparativo entre Brasil e Portugal

de Hermano Roberto Thiry-Cherques, Roberto da Costa Pimenta e Elaine Maria Tavares Rodrigues
artigo publicado na Revista ADM.MADE.

Examinamos os principais condicionantes éticos relativos à percepção do desenvolvimento moral no nível gerencial das organizações. O objetivo é apresentar uma classificação do nível de desenvolvimento moral em organizações brasileiras e portuguesas, como uma matriz de relações que compara móbeis declarados e modalidades de ações. Baseada em dados obtidos em organizações brasileiras e portuguesas e a partir da análise interpretativa conduzida, a pesquisa revelou que as organizações brasileiras apresentam um nível de desenvolvimento moral entre pré-convencional e convencional e as portuguesas apresentam um nível de desenvolvimento moral entre convencional e pós-convencional.
Clique aqui para ler o texto na íntegra.
utilize