OCDE

Produtividade: a história oficial.

Notícias.

Deu na Time por David Johnson.

Com a lei que proíbe a utilização do e-mail de trabalho fora do horário comercial, os franceses comprovaram uma verdade há muito reconhecida pelos economistas: trabalhar mais horas não resulta necessariamente no aumento da produtividade. O México – o menos produtivo dos 38 países listados em 2015 pela Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) – tem a semana de trabalho média mais longa do mundo em 41,2 horas (incluindo trabalhadores de tempo integral e de meio período). No outro extremo do espectro, Luxemburgo, o país mais produtivo, tem uma semana média de trabalho de apenas 29 horas.


Os Estados Unidos ocupa o quinto lugar, de acordo com a OCDE, contribuindo com US $ 68,30 para o PIB do país por hora trabalhada, contrariando as afirmações de que os americanos são os trabalhadores mais produtivos do mundo. Os EUA colocaram mais horas – 33,6 por semana em média – do que os quatro países europeus com maiores classificações de produtividade (O trabalho informal e a utilidade social do produzido não são considerados.).

Clique aqui para ver a tabela completa e ler o artigo original na íntegra.

UTILIZE E CITE A FONTE.
Anúncios

Funcionalismo Público no Brasil.

Notícias & Almanaque.

Você acha que o Brasil tem muitos funcionários públicos? Espere para ver este gráfico do Terraço Econômico na Infomoney.

Costuma­-se ouvir muito que há muitos funcionários públicos no Brasil e que precisamos de um choque de eficiência. Contudo, se compararmos o número de servidores públicos ao total de trabalhadores em uma amostra de países, o Brasil não lidera a lista, muito pelo contrário. (mais…)

Será que o brasileiro trabalha pouco?

Notícias & Almanaque.

Deu na BBC Brasil por Marina Wentzel.

Dias atrás, o Tribunal Superior do Trabalho decidiu pelo fim do direito dos bancários a descanso remunerado aos sábados, o que levou muitos a se perguntarem: o brasileiro trabalha muito ou pouco? Tira poucas ou muitas férias? A resposta pode ser mais complexa do que parece. (mais…)

Brasil é último em ranking de criação de emprego da OCDE.

Notícias & Almanaque.

Segundo relatório, país terá, em 2016, maior saldo negativo (quando demissões superam contrações ) – de 1,6% – entre 44 nações pesquisadas.

Deu no G1 por Daniela Fernandes de Paris para a BBC Brasil:

Em razão da crise econômica, o Brasil deve ter, em 2016, o pior desempenho na criação de empregos na comparação com outros 43 países, de acordo com um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), publicado nesta quinta-feira (7).ha_vagas copy

Desemprego fica em 11,2% no trimestre encerrado em maio

Segundo o relatório, o Brasil deve registrar um saldo negativo de empregos (quando as demissões superam as contratações) de 1,6% neste ano, enquanto nos países da OCDE a previsão é de crescimento de 1,5% dos postos de trabalho em 2016. (mais…)

De novo o trabalho feminino

CATEGORIA NT

womanNos países mais desenvolvidos (e no Brasil também) as mulheres trabalham mais dos que os homens. Segundo o relatório da OCDE para 2012 as mulheres despendem em média mais 21 minutos por dia trabalhando do que os homens. Não há dados sobre a situação brasileira, mas se consideramos que na Índia as mulheres trabalham mais 94 minutos do que o homens, parece lícito estimar que devemos estar acima da média mundial. Conforme o relatório, embora as mulheres façam mais uso das opções de tempo parcial e de outras modalidades de trabalho flexível, como teletrabalho, as desigualdades tendem a permanecer devido à maior participação feminina no trabalho não remunerado, como o trabalho doméstico.

Clique aqui para ler o relatório na íntegra.

UTILIZE E CITE A FONTE.